Saúde e Bem Estar

Dra. Carolina Peron e Dr. Fabio Barros são referências nas resoluções de intercorrências


Dra. Carolina Peron e Dr. Fabio Barros são referências nas resoluções de intercorrências

Os tratamentos estéticos não são mais supérfluos ou um luxo, mas sim uma necessidade, um cuidado a ser considerado. Com a valorização da beleza, os cuidados com a face atualmente são muito procurados. A estética é vital para a saúde porque influencia a autoestima, bem-estar e qualidade de vida. Portanto, os tratamentos estéticos podem ser benéficos para a saúde física e mental.

A harmonização orofacial é uma especialidade da odontologia que está se tornando mais popular a cada dia. Por isso, os dentistas que desejam se destacar nesta área, devem estar bem informados sobre os procedimentos e os cuidados, para poderem oferecer um serviço de altíssima qualidade aos seus pacientes.

Embora o número de pessoas que se beneficiam da harmonização orofacial esteja aumentando, também temos visto um aumento no número de complicações e intercorrências.

Existem algumas situações nas quais o dentista precisa tomar medidas diferentes do protocolo original para minimizar os danos. Esses casos podem ser chamados de “intercorrências” ou “complicações”.

As intercorrências e complicações podem acontecer durante ou após procedimentos estéticos e podem comprometer o resultado ou a saúde do paciente.
Podemos incluir como causas: erro na técnica, uso de produtos não autorizados pela anvisa, vencidos ou reaproveitados, falta de conhecimento da anatomia , reações ao produto, entre outras.

Sem dúvida alguma, os profissionais de harmonização facial devem estar cientes dos possíveis problemas que podem surgir e saber como resolvê-los. Infelizmente, nem todos estão habilitados para isso.

De acordo com Dr. Fabio Barros e Dra. Carolina Peron, só crescem os atendimentos de casos de complicações relacionadas a tratamentos estéticos faciais realizados por profissionais de todas as classes. Eles revelam que, toda semana, atendem dezenas de pacientes vindos de outros profissionais. “Muitos desses casos até poderiam ser evitados com uma simples ultrassonografia ou um melhor conhecimento da técnica.”

Em razão desse crescente número de complicações e intercorrências, e percebendo a falta de uma rede de apoio para profissionais de todas as classes, Dr. Fabio Barros, Referência na HOF, e Dra. Carolina Peron, referência em ultrassonografia facial, decidiram criar o primeiro centro de diagnóstico e tratamento de complicações em harmonização.

O centro realiza diagnósticos por meio de ultrassonografia e exame clínico. A laserterapia, ozonioterapia, tratamento, acompanhamento e outros recursos que podem ser necessários para resolução de complicações.

Conforme revela a Dra. Carolina Peron, professora nos cursos de intercorrência na HOF, “é de extrema importância que o profissional saiba atuar em caso de complicações, mas sabemos que em situações mais complexas pode ser necessário um suporte para resolver o problema, inclusive para deixar o profissional mais calmo nesse período. Realizar um exame de ultrassonografia é fundamental para um bom diagnóstico e resolução do caso”.

De acordo com o Dr. Fabio Barros, especializado em harmonização facial, o aparelho de ultrassonografia ajuda diariamente nos tratamentos que são implementados em seu consultório: “é uma tranquilidade para o profissional que trabalha com injetáveis, saber com exatidão onde o produto está sendo inserido. Com o ultrassom não precisamos mais trabalhar às cegas, no consultório utilizo para quase todos os casos”. Além disso, enfatizou a importância desta ferramenta como prevenção de intercorrências, diminuindo praticamente todos os riscos. “O ultrassom tornou possível mapear as principais regiões de risco, bem como também facilitou a identificação das diferenças anatômicas e possibilita a inserção exata do material preenchedor”, explicou Fabio Barros que, além de especialista em Harmonização Facial, também tem o título de especialista em Radiologia Odontológica.

Curso de Intercorrências e ultrassonografia na HOF.

Público-alvo:

Dentistas, Médicos, Biomédicos, Farmacêuticos e profissionais da área da Harmonização orofacial que se interessam pelo tema.

Objetivo:

— Capacitar o profissional a realizar, interpretar e laudar exames de ultrassonografia da face.
— Evitar, Diagnosticar e Tratar Intercorrências e complicações em Harmonização Utilizando o ultrassom.

“Um treinamento essencial para todo profissional de HOF que busca excelência”.

Harmonização segura é o que queremos”, finaliza Dra. Carolina Peron.

Cel.: (21) 98890-9562 | (21) 97683-6273
Leblon – RJ: Av. Ataulfo de Paiva 1251 / Sala 710 – (21) 98890-9562
Centro – RJ: Av. Rio Branco, 181 / sala 1711 – (21) 99912-0014
Niterói – Rua Mariz e Barros, 176 sala 804 – (21) 97683-6273





Fonte: Rionoticias