Um a cada 3 adultos têm dificuldade para dormir, diz Academia do Sono

Especialista explica como atitudes diárias contribuem com noites mal dormidas

Conforme noticiado pela Academia Americana do Sono (AASM), 1 em cada 3 pessoas no mundo enfrentam problemas para dormir. Segundo a entidade, o tempo de sono ideal para adultos com idade entre 24 e 65 anos é de 7 a 9 horas seguidas. “O grande desafio para todos nós, médicos, é convencer o paciente a ter hábitos mais saudáveis. Na psiquiatria não é diferente, em relação à insônia, por exemplo, existia um conjunto de medidas que precisam ser seguidas para a pessoa melhorar a qualidade do sono de forma significativa”, explica o psiquiatra, Bruno Brandão.

Segundo a CNN Brasil, “é um problema global também, de acordo com a World Sleep Society, uma organização sem fins lucrativos de profissionais do sono dedicada a promover a “saúde do sono em todo o mundo”. “Os problemas do sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e a qualidade de vida de até 45% da população mundial. Dormir é um dos três ingredientes principais para uma vida mais longa e saudável (os outros são dieta e exercícios). Muitas das maneiras de aumentar a qualidade do sono são fáceis de realizar”.

Alguns estudiosos elucidam que dormir menos de 6 por noite pode trazer prejuízos, como: diminuir a imunidade, aumentar o risco de doenças do coração e obesidade, surgimento mais acelerado de rugas e expressões. Noites de sono mal aproveitadas podem prejudcar até mesmo a sua vida sexual, reduzindo os hormônios do sexo entre 10% e 15%.

Num estudo feito pela Royal Philips consta que 69% da população brasileira sabe que de fato dormir bem traz benefícios à nossa saúde, enquanto 36% dizem encontrar dificuldades para ter uma boa noite de sono.

Higiene do sono

Para o psiquiatra, “a higiene do sono é o conjunto de hábitos que facilitam o sono e a sua manutenção. O tratamento da insônia é baseado em três pilares: mudança de hábitos, psicoterapia e medicamentos. Diferente do que muitos pensam, a mudança de hábitos e a psicoterapia (sem o uso de medicamentos) já consegue resolver este problema na grande maioria das vezes”.

Tendo em vista o alto índice de cidadãos que sentem não dormir adequadamente, o especialista listou algumas dicas que irão melhorar a saúde do seu sono e automaticamente, trazer mais humor, saúde e bem-estar no decorrer do dia:

  • Dormir o tempo necessário para se sentir descansado e levantar-se;⠀
  • Evitar olhar constantemente para o relógio;⠀
  • Evitar excesso de líquidos ou alimentação pesadas à noite;⠀
  • Evitar cafeína, cigarro e bebidas alcoólicas 4 a 6 horas antes de deitar;⠀
  • Manter um ambiente calmo, escuro, e confortável;⠀
  • Evitar um ambiente ruidoso;⠀
  • Evitar o uso prolongado de aparelhos eletrônicos;⠀
  • Deitar e acordar todos os dias à mesma hora (±30min);⠀
  • Evitar exercício vigoroso 3 a 4 horas antes de se deitar;⠀
  • Evitar cochilos durante o dia;⠀
  • Tentar resolver as “preocupações” antes de se deitar”.

Fonte: Bruno Brandão, médico psiquiatra. Possui título de especialista em psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP. Especialização em dependência química pela unidade de álcool e drogas pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP.

Imagem.: Canva Pro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Immediate Matrix